Iodo: problemas de saúde causados pela falta e excesso da substância

Postado por: Sabor Caseiro Categoria: Vida Saudável Tag: , , , Comentários: 0 Data de postagem: agosto 7, 2019

Iodo: problemas de saúde causados pela falta e excesso da substância

Responsável por regular funções importantes do organismo, além de garantir o bom funcionamento de coração, fígado e rins

 

Assim como a natureza tem o seu equilíbrio, o nosso corpo também deve funcionar da mesma forma. Se quisermos manter uma boa saúde, precisamos tomar cuidado para não faltar ou exceder a ingestão de determinadas substâncias. Nesse texto, falaremos sobre os males causados pela deficiência e excesso de iodo.

O iodo é responsável por regular as funções do organismo, sendo necessário para a síntese dos hormônios tireoidianos. Isso implica no crescimento físico e neurológico, manutenção da temperatura corporal, funcionamento de órgãos importantes como coração, fígado, rins e ovário. Mas como o nosso organismo se comporta com a falta ou o excesso de iodo?

 

Falta

A principal consequência da falta de iodo é o desenvolvimento de hipotireoidismo, que nada mais é do que uma disfunção na tireoide, glândula responsável por regular órgãos importantes do nosso organismo O hipotireoidismo pode causar uma série de problemas à nossa saúde, como:

 

Fadiga

Aumento de peso

Intolerância a frio

Colesterol elevado

Depressão

Infertilidade

Queda de cabelo

Defeitos congênitos em fetos

Menstruação irregular

Afeta a performance mental do adulto

 

Excesso

Quando ocorre o contrário, a ingestão excessiva de iodo pode causar o hipertireoidismo, que também é uma disfunção da tireoide Os problemas que ele causa à saúde são:

 

Afeta a fertilidade feminina

Causa nervosismo

Crises de ansiedade

Irritação em excesso

Perda de apetite

Intolerância ao calor

Intestino solto

Fraqueza nos músculos

Perda de cálcio nos ossos

Aumento do volume da tireoide (bócio)

 

Por isso, é preciso sempre se preocupar com o equilíbrio das substâncias em nosso organismo. Abaixo, confira a quantidade média por idade de ingestão de iodo por dia, segundo dados da Organização Mundial da Saúde:

 

0 a 1 ano – 90 microgramas

1 ano a 5 anos – 90 microgramas

6 anos a 12 anos – 120 microgramas

Adolescentes e adultos – 150 microgramas

Gestantes e lactantes – 200 microgramas

 

 

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *