6 trocas saudáveis na alimentação

Postado por: entrerios Categoria: Dica Sabor Caseiro, Vida Saudável Tag: , Comentários: 0 Data de postagem: novembro 10, 2020

6 trocas saudáveis na alimentação

A pandemia provocou muitas mudanças na vida dos brasileiros. Os longos períodos de isolamento social proporcionaram transformações na rotina, principalmente nos hábitos alimentares e na prática de exercícios físicos. Segundo o levantamento “Alimentação na pandemia – como a Covid-19 impacta os consumidores e os negócios em alimentação”, realizada pela consultoria especializada em food service Galunion, os pratos favoritos das pessoas para o período de isolamento social foram pizza (67%) e hambúrguer (47%). Além disso, segundo uma pesquisa realizada pela empresa Horus, que coletou dados de 300 mil consumidores no Rio de Janeiro e em São Paulo, o consumo de salgadinhos, mistura para bolo, leite condensado e sorvete aumentou exponencialmente desde o começo do isolamento, em março.

Aliado às mudanças nos hábitos alimentares, observamos um crescimento do sedentarismo entre a população nesse momento de pandemia. Uma pesquisa realizada pela Fitbit, fabricante de monitores de atividade física, apontou que o número médio de passos dados por dia durante o isolamento caiu drasticamente entre março e junho deste ano em comparação ao mesmo período de 2019. No Brasil, dados da Universidade Federal de Minas Gerais mostraram que quase quatro em cada dez pessoas engordaram durante a pandemia. A falta de atividade física atrelada a uma alimentação ruim pode provocar diversos problemas de saúde, entre eles hipertensão, diabetes, doenças crônicas, ansiedade e depressão. No entanto, pequenas transformações na rotina podem trazer muitos benefícios para a saúde física e mental – e a mudança pode começar pelo prato. Sem radicalismos e dietas inusitadas, através de substituições simples, é possível ter uma alimentação mais equilibrada, nutritiva e garantir a saúde do corpo. Confira:

Grelhados e assados

Mude o modo de preparo dos seus alimentos. Os alimentos fritos tem um alto índice de gordura, o que desencadeia processos inflamatórios no corpo e estimulam o acúmulo de gordura, principalmente na região do abdômen. O processo de fritura faz alterações químicas no óleo, que o transforma em gordura saturada, causando diversas doenças. Grelhar e assar os alimentos é uma ótima opção para fugir da gordura saturada e preservar os nutrientes dos alimentos.

Peixes e frutos do mar 

A carne vermelha possui gordura saturada, o que aumenta as taxas de colesterol e pode causar doenças cardiovasculares. Os peixes e frutos do mar são uma boa opção para substituir a carne vermelha. O ômega 3, presente nos peixes e frutos do mar, aumenta o colesterol bom (HDL) e reduz o ruim (LDL), trazendo diversos benefícios para saúde e auxiliando no processo de emagrecimento. 

Temperos naturais

Para temperar os alimentos, deixe de lado os caldos e temperos prontos. Além de muito salgados, esses produtos são pobres em nutrientes e cheios de conservantes e outros aditivos que fazem mal à saúde. Utilize temperos naturais como alho, cebola, pimenta do reino, salsa, cebolinha, cominho, orégano, tomilho e açafrão para temperar a comida.

Suco naturais

Os refrigerantes e sucos de caixinha são ricos em corantes, conservantes, açúcares ou adoçantes, o que favorece a retenção de líquidos e leva ao aumento de peso, barriga estufada e pernas inchadas. As melhores opções de bebidas são os sucos naturais, que são repletos de vitaminas e fibras e estimulam o bom funcionamento do organismo.

Produtos integrais

Que tal trocar a farinha branca pela integral? Ou o pão francês pelo multigrãos? Ou quem sabe o arroz branco pelo integral? Os alimentos integrais fazem muito bem à saúde. As fibras desses alimentos aumentam a sensação de saciedade e ajudam no bom funcionamento do intestino. 

Comida de verdade 

Deixe de lado os produtos industrializados, como congelados e embutidos, e fast food. Opte por alimentos mais naturais e menos processados. Com açúcar, gorduras ruins, conservantes e corantes, os produtos industrializados são responsáveis por várias doenças e pelos altos índices de obesidade da população. Prepare mais refeições em casa, com legumes, carnes magras e carboidratos de qualidade, como batatas, arroz integral e feijão. 

Além de realizar essas substituições, não esqueça de beber bastante água durante o dia e praticar exercícios físicos pelo menos três vezes na semana. Você tem alguma receita ou dica saudável para compartilhar conosco? Deixe aqui nos comentários!

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *