Dia das Mulheres: a importância da união feminina

Postado por: entrerios Categoria: Sabor Caseiro Tag: , , Comentários: 0 Data de postagem: março 8, 2021

Dia das Mulheres: a importância da união feminina

Desde a infância, meninas e mulheres são ensinadas a competir entre si. A rivalidade feminina é uma construção social que atravessa a história da humanidade e ainda permanece nos dias de hoje. Procurar defeitos na outra, julgar suas roupas ou atitudes, excluir por se sentir ameaçada, todos esses comportamentos fazem parte do ciclo vicioso do machismo, que se perpetua e se fortalece na desunião das mulheres. 

A união faz força

A união e o apoio são um meio valioso para superar as desigualdades, injustiças e violências que ainda cercam as mulheres. Foi o que comprovou a psicóloga Ângela Figueiredo ao criar o coletivo Rendeiras. O grupo funciona como uma rede de apoio às mulheres, promovendo debates, discussões e trocas. Os assuntos abordados estão relacionados às vivências femininas (empregos, relacionamentos, filhos, organização pessoal, entre outros).

 “O objetivo dessa união é criarmos uma sociedade menos patriarcal, uma sociedade mais feminina, em que a gente consiga ter uma espaço tanto para homens quanto para mulheres, com emoções mais livres, com a essência de cada uma mais em proeminência. É fundamental a união das mulheres para divulgarmos e propagarmos esse conhecimento”, explica a psicóloga. 

Através dessa rede de apoio, as mulheres podem se aproximar e se fortalecer, reconhecendo nas outras problemas e questões que também as atingem. “A gente tem tido uma experiência bem legal. As mulheres conseguem se descobrir e chegar mais a sua essência. E mais do que isso, não se sentem anormais por estar fazendo ou pensando coisas distintas daquelas que a sociedade diz que é para mulher. As mulheres se empoderam, se impulsionam, permitem descobrir a si e o mundo”, reforça Figueiredo.  

Mudanças no dia a dia

O exemplo das Rendeiras sinaliza as potencialidades da união feminina. Mas não é preciso estar em um coletivo para promover essas mudanças. No dia a dia, mulheres e meninas podem acolher umas às outras de diversas maneiras. Entrou um nova colega de trabalho ou aula? Ajude-a a se inteirar do que está acontecendo, ofereça suporte para dúvidas, apresente os outros colegas. Notou alguma mulher próxima em estado de vulnerabilidade ou passando por um relacionamento abusivo? Converse e ofereça ajuda! 

Se quiser saber mais sobre o assunto, acesse o instagram das Rendeiras!

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *