Merenda Escolar: Manual de boas práticas

Postado por: entrerios Categoria: Dica Sabor Caseiro, Sabor Caseiro Tag: , , Comentários: 0 Data de postagem: junho 10, 2021

Merenda Escolar: Manual de boas práticas

A merenda escolar é sempre associada ao momento de prazer e descanso dos alunos. Entretanto, durante esse período de Pandemia, é de extrema importância que as cantinas das escolas mantenham-se fechadas para evitar a propagação da COVID-19. As cantinas são locais de constante aglomeração e, em função da alimentação, de pouco ou nenhum uso da máscara. 

Compreendemos o momento, mas entendemos que a alimentação na escola ajuda na concentração e aprendizado dos alunos. Tendo isso em vista, separamos 6 práticas para os nossas crianças fazerem sua merenda da forma mais segura possível. Confira:

Distanciamento Social

Manter uma distância de, no mínimo, 2 metros para o colega mais próximo é uma medida sanitária estabelecida pela Organização Mundial de Saúde.

Lavar as mãos 

O sabão é um grande aliado na luta contra a COVID-19. Ele é capaz de dissolver a capa de proteínas que envolve o vírus, “matando-o” ( o vírus é desativado, pois não é um ser vivo).

Não dividir

É comum ver as crianças dividindo garrafinhas de água e até o lanche com seus colegas. Mas, é de suma importância que isso não aconteça! Uma vez que esta é uma das práticas que contribuem para a propagação do vírus.

Manter um frasco de álcool em gel sempre por perto

O álcool em gel é outro grande aliado na luta contra a COVID-19. Assim como o sabão, ele é capaz de inativar o vírus. Por isso, ter um frasco de álcool à mão para utilizar antes e depois da merenda é uma boa ideia.

Embalar a merenda escolar

Embalagens de plástico são uma boa maneira de proteger os alimentos durante o transporte de casa até o local da merenda, evitando o contato do vírus com a comida.

Jogar os restos no lixo

O descarte das sobras no lixo é uma prática comum no nosso dia-a-dia, mas ela pode ser fundamental na luta contra a COVID-19. Isso porque o vírus pode ser transmitido por meio de superfícies, possibilitando que a pessoa que juntar as sobras acabe se contaminando. Faça sua parte. Jogue o lixo no lixo!

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *