Explicamos 5 mitos alimentares

Postado por: Sabor Caseiro Categoria: Dica Sabor Caseiro, Vida Saudável Tag: , , , Comentários: 0 Data de postagem: setembro 17, 2019

Explicamos 5 mitos alimentares

Confira em detalhes a verdadeira história por trás de muitas lendas que ouvimos

Os mitos alimentares sempre existiram, isso é fato. Quem nunca ouviu quando criança a mãe dizer para não entrar na piscina depois do almoço? Ou da avó que manga com leite faz mal?
Nesse texto vamos esclarecer esses e outros mitos alimentares!

Eles fazem parte de um imaginário que por vezes é engraçado. Porém, com a facilidade que temos de comunicação hoje em dia, criou-se muitos mitos que podem ser perigosos para a nossa saúde, principalmente pela ânsia por emagrecimento a todo custo que se estabeleceu em nossa sociedade.

 

 1. Comer de 3 em 3 horas

Mito porque não há um consenso entre os especialistas. Quem defende a prática afirma que ela acelera o metabolismo, fazendo com que o corpo queime mais calorias. Quem é contra, afirma que cada organismo tem seu próprio funcionamento e que esse intervalo pode não ser eficiente para algumas pessoas. A rigor, o importante é o que você come e o número de calorias que ingere, seja em um período de 3 em 3 horas, menos ou mais. Aprenda a conhecer e a respeitar o seu corpo. Coma quando tiver fome, sempre evitando os exageros e os alimentos pesados.

 

2.  Alimentos orgânicos são mais nutritivos

Errado. A Stanford University realizou diversos estudos que compararam alimentos normais e orgânicos, concluindo que os índices nutritivos eram sempre iguais. A diferença está na presença dos agrotóxicos no primeiro grupo de alimentos, que em níveis que ultrapassem os estabelecidos pela Anvisa, fazem mal à nossa saúde. Mas é fato que os alimentos orgânicos são mais saborosos, pois são menores e esse sabor acaba ficando mais concentrado.

 

3.  Ovo aumenta o colesterol

70% do colesterol é produzido pelo nosso próprio organismo. O restante é que vem dos alimentos. Além disso, o ovo possui o HDL, chamado de bom colesterol. O LDL, chamado de mau colesterol, também é importante para o bom funcionamento do nosso organismo. A questão aqui é uma só: cuidar os níveis de ambos. Um ovo não faz mal, dez sim. Como tudo em relação à boa alimentação, o importante é evitar os exageros.

 

4.  Não vivemos sem proteína animal

Mito. É possível substituir proteína de origem animal com uma grande variação de frutas, legumes, verduras e cereais. O cuidado está na necessidade de que essa alimentação seja muito variada, pois as proteínas de origem vegetal são incompletas, diferentemente da de origem animal. Em outras palavras, é necessária essa combinação de alimentos variados para que tenhamos todos os nutrientes necessários. Ao se adotar uma dieta sem carnes, a única vitamina a ser suplementada é a B12.

 

5. Beba dois litros de água por dia

Antes de sair bebendo água compulsivamente, é preciso lembrar que também ingerimos água nos alimentos. Por exemplo, se você comer 1kg de comida por dia, estará ingerindo cerca de
500 a 700ml de água. Antes de fixar a ideia de que é preciso beber 2 litros por dia, lembre-se de que isso varia de pessoa para pessoa, pois há questões como peso, idade, hábitos alimentares e físicos. Resumindo, respeite o mecanismo natural do seu corpo chamado sede. Beba o quanto desejar e achar necessário, mas jamais forçando porque resolveram estabelecer que 2 litros é o ideal.

 

E os mitos do primeiro parágrafo?

Você não vai morrer se entrar na piscina depois de comer. O que os médicos indicam é que se evite exercícios físicos após uma refeição, pois nesse momento parte do sangue vai para o sistema digestivo. Isso diminui o fluxo sanguíneo nas demais partes do corpo. Ao fazer exercício após uma refeição, o organismo envia para os músculos o sangue que deveria auxiliar na digestão, podendo provocar enjoos e mal-estar. O perigo de estar na água é no caso de desmaio e consequente afogamento.

 

Leite com manga faz mal? 

O mito de que leite com manga faz mal vem da época do Brasil Colonial! O leite era raro e caro, exclusivo dos patrões e senhores de engenho. Para que evitar que os escravos consumissem, criou-se a lenda de que leite com manga fazia mal. E o mito existe até hoje, já que a combinação possui grandes doses de vitaminas e sais minerais.

 

Fontes: Superinteressante, Estadão, Bem Estar, Mundo Estranho

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *